NINGUÉM FALA DA GABY AQUI

Cuidado, negão!! Ninguém fala da Gaby Amarantos senão o “mainstream” da imprensa paraense e sua manada vão acusar de invejoso recalcado.

Porra, jovem… o povo tem o direito de gostar de Gaby assim como eu tenho o meu de dizer que aquilo é um lixo. Meu gosto não varia de acordo com o que o cara do jornal diz. Aliás, se a minha opinião for a mesma do jornal, o desconfiômetro acende no automático.

Mas Gaby é um caso simples, de gosto mesmo. É ruim. Desculpa, maluco, mas eu acho escroto e não é o Pedro Bial nem os antropólogos da Rede Cultura que vão mudar meu gosto. Eles bem que tentam vender a ideia atirando músicas terríveis na programação, mas várias das coisas que tocam ali são absolutamente intragáveis. Deveriam fazer que nem a Cultura de SP e dedicar um pouco mais de tempo a coisas mais bonitas tipo, sei lá, música de câmara. Lembro que nos anos 90 ainda rolava isso aqui em Belém.

O fato é que a maioria das músicas feitas no Brasil são lixos tóxicos, mesmo. Não é preciso ser especialista pra entender uma coisa dessas, basta ter ouvido. E não é porque a Gaby Amarantos “tá levando o nome do Pará” que eu vou admirá-la – essa é uma justificativa rídícula pra se vender uma ideia. Acredito que não seja o caso, mas quando você ouve esse tipo de discurso tacanho de aprovação vindo de gente da mídia, não dá pra não pensar em promoção forjada, em propaganda chinfrim. Se fosse por isso o ministro da cultura estaria tacando Michel Teló no ouvido o dia todo, levando ao mundo a mensagem do tchu-tcha-tchá. Eu sei que vocês são engenheiros, doutores, advogados, mas poupem nossas inteligências dessa retórica ridícula.

———–

Só pera lá um pouco: essa galera que criticou a Gaby no feicibuqui se manifestou ao ver a moça cantando no BBB? Eles não acham Gaby amarantos e Pedro Bial uma associação óbvia e natural? Má rapá, a coisa é pior do que eu pensava. Achei que as pessoas que não gostam de Gaby não tolerassem ingestão de fezes. Pelo menos dê exemplo, criticozinho de bosta.

Advertisements

One comment on “NINGUÉM FALA DA GABY AQUI

  1. Stefano Danin says:

    Se a Gaby fosse um sucesso tão legítimo quanto esses jornalistas, críticos e outros “formadores de opiniões” pregam, não precisaria a quantidade de respostas apontando o porquê desse “fenômeno” ser bom pro Pará. As pessoas simplesmente entenderiam. Como o processo da banda Calypso, que, por mais que não gostemos, é legitimada por uma base de fãs, shows que lotam estádios por todo Brasil e reinventando o mercado fonográfico. Já a Gaby, mesmo em uma grande gravadora, faz questão de fazer menos show que muitas bandas independentes do Pará.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s